CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Política

Aliado de Lula faz revelações que deixam brasileiros preocupados; ‘Uma bela surpresa’

Aliado de Lula faz revelações que deixam brasileiros preocupados; ‘Uma bela surpresa’

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi o escolhido para a presidência da República. No último domingo, 30 de outubro, Lula conseguiu 60 milhões de votos e irá retornar ao Palácio do Planalto pela terceira vez no dia 1° de janeiro de 2023. Até o fim deste ano (2022), deve haver a transição de um governo para o outro. Aliado de Lula faz revelações que deixam brasileiros preocupados; ‘Uma bela surpresa’

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lula foi presidente do Brasil de 2003 a 2010. Segundo as pesquisas, Lula seria o vencedor das eleições deste ano, desde as primeiras pesquisas feitas. Lula recebeu 60 milhões de votos ao total e Jair Bolsonaro (PL) recebeu 58 milhões, sendo essa uma vantagem de dois milhões de votos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Jair Bolsonaro não parabenizou seu adversário, Lula da Silva pela vitória e não quis responder as perguntas feitas pelos jornalistas, que haviam ficado em peso no hall da Alvorada, esperando um pronunciamento de Bolsonaro. O chefe executivo ficou muito abatido após sua derrota para Lula.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na última sexta-feira, 18 de novembro, o coordenador Aloizio Mercadante, dos grupos temáticos do Gabinete de Transição, contou que o ministro da Defesa do governo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, será um civil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O ministro da Defesa será um civil. Foi um no governo dele e continuará sendo”, disse Aloizio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O grupo de transição de governos de Lula ainda não foi revelado, mas Aloizio disse que será “uma bela surpresa”.

De acordo com o ex-ministro, os nomes dos integrantes do grupo de transição será revelados na próxima segunda-feira, dia 21 de novembro.

“O presidente Lula está chegando e vamos fechar o grupo, acho que vocês vão ter uma bela surpresa. Está muito bem construído. Vai ser anunciado no começo da semana, segunda-feira tá resolvido”, pontuou. “Aguardem! Não vamos falar de nomes ainda. Quero primeiro falar com o presidente”, disse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A “bela surpresa” se dá por conta da variedade e representatividade, segundo Mercadante.

“Pela composição do grupo, pela representatividade, pela estatura das pessoas que vão participar. Vai ser uma excelente solução. O grupo é muito representativo para essa tarefa que é o diálogo com as Forças Armadas”, completou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo