Política

Após o ‘boa noite’ inicial, Bonner e Renata dão notícia que repercute no Brasil e no mundo

Escalada de notícias do Jornal Nacional começou com destaque para o que aconteceu na Argentina.

William Bonner e Renata Vasconcellos iniciaram o Jornal Nacional desta sexta-feira (2) com uma notícia que repercutiu em todo o mundo. Logo depois do tradicional “boa noite” e ambos os apresentadores do telejornal mais assitido da TV brasileira, Renata iniciou a escalada de notícias.

“A tentativa frustrada de assassinar a vice-presidente mobiliza os argentinos”, disse Renata. “Milhares saem às ruas em atos de repúdio à violência e apoio a Cristina Kirchner”, complementou Bonner. O homem que tentou assassinar Cristina é brasileiro e foi identificado como Fernando Sabbag Montiel.

A tentativa de assassinato da vice-presidente argentina repercutiu nas redes sociais e virou assunto em todo o mundo. Ao introduzir a reportagem, Renata afirmou que o mundo passou a olhar para a Argentina depois do que aconteceu. Cristina não foi alvejada porque a arma falhou.

Outros destaques do Jornal Nacional

A edição do Jornal Nacional também destacou outras notícias importantes. Bonner informou aos telespectadores que o TSE lacrou o sistema das urnas eletrônicas faltando um mês para a votação marcada para o dia 2 de outubro. Em seguida, Renata falou sobre o início do festival de músicas Rock’in Rio.

Por fim, Bonner encerrou a escalada de notícias falando sobre a supressão de direitos no período da ditadura militar (1964-1985). O jornal Nacional tem exibido a série Brasil em Constituição neste período de eleições. O projeto especial é tocado por Bonner e Renata. Por este motivo, eles não apresentaram algumas edições do JN em semanas anteriores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo