CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Polícia

Cuidadora de idosos de 26 anos nega beijo em homem e quando descobre quem ele era acaba morrend0

Cuidadora de idosos de 26 anos nega beijo em homem e quando descobre quem ele era acaba morrend0

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma cuidadora de idosos foi dada como desaparecida no último dia 25/08 e o motivo deixou muitas pessoas surpresas, já que não imaginavam o desfecho do caso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Departamento Especial de Investigações Criminais (DEIC) notificou o desaparecimento da mulher à família, deixando a todos ansiosos com um final feliz.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A vítima infelizmente veio a óbito e os principais acusados são do grupo conhecido como o Primeiro Comando da Capital (PCC) e a sua motivação foi a rejeição da vítima em dar um beijo em um dos membros da facção.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo as investigações, a mulher foi brutalmente executada em Paraisópolis, localizada na cidade de São Paulo. Os responsáveis pelo crime foram capturados pela polícia nesta quarta-feira (14) e segundo a justiça a vítima começou a ser assediada pelo homem no dia 15 e negou as investidas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No dia em que negou, Karina como foi reconhecida pela polícia foi sequestrada pelos bandidos mas conseguiu ser resgatada pela Polícia Militar. Depois de 10 dias escondida da mira dos bandidos Karina foi sequestrada novamente, só que desta vez infelizmente ficou desaparecida.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Seu corpo ainda não foi encontrado e a família está em luto, pois Karina era muito amada por todos. A polícia apreendeu junto aos bandidos uma arma e drogas identificadas como crack, maconha, cocaína e lança-perfume. Veja aqui os detalhes deste caso:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo