CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Política

Durante debate ao vivo, Jair Bolsonaro responde pergunta que milhões de brasileiros queriam fazer e deixa todos em CHOQUE

Durante debate ao vivo, Jair Bolsonaro responde pergunta que milhões de brasileiros queriam fazer e deixa todos em CHOQUE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na noite da última quinta-feira (29/10), o país inteiro parou para assistir a mais um debate político entre os principais candidatos à presidência da República no Jornal Nacional, na Rede Globo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O debate contou com a presença de Luís Inácio Lula da Silva (PT), Jair Messias Bolsonaro (PL), Simone Tebet (MDB), Ciro Gomes (PDT), Felipe D’Ávila (NOVO), Simone Thronicke (União Brasil) e Padre Kelmon (PTB).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um dos momentos em que mais chamou atenção foi quando Jair Bolsonaro acabou recebendo uma pergunta que já vem sendo muito questionada há muito tempo por muitos brasileiros espalhados pelo país.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O atual presidente foi cobrado pela candidata Soraya Thronicke (União Brasil), sobre se o presidente chegou a se vacinar ou não, porém, Jair Bolsonaro apenas fugiu da pergunta.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Eu quero fazer a pergunta, exatamente, que o Brasil todo quer fazer. Eu quero saber, candidato, se o senhor de vacinou, qual foi a vacina e quantas doses. Os brasileiros querem saber”, questionou a candidata do União Brasil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

FEITOS NA PANDEMIA

“Eu comprei 500 milhões de doses de vacinas, não foi a senhora quem comprou. Vacinou-se quem quis. A senhora sabe o que é liberdade? Quem não quiser tomar vacina, que não tome”, respondeu então o atual presidente da República, Jair Bolsonaro.

“Eu não fechei nenhuma casa de comércio. Eu não obriguei ninguém a ficar em casa para morrer de fome. Eu atendi os mais humildes do Brasil. Eu respeito a individualidade de cada um. Eu respeito a liberdade de cada um. Tomou vacina quem quis”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

TROCA DE FARPAS

Além disso, Jair Bolsonaro aproveitou o seu tempo para fazer um ataque diretamente ao seu rival.

“Hoje, temos na casa de 30 mortes por dia. Quero que chegue a zero, graças ao que nós fizemos. E a tua CPI da Covid foi uma CPI para atender interesses de Omar Aziz, que queria aprovar uma emenda para que prefeitos e governadores pudessem comprar vacinas em qualquer lugar do mundo sem certificação da Anvisa e sem licitação”, declarou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo