CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
TV & Famosos

Em pleno show cantora Ivete Sangalo DESCULHAMBA o presidente Jair Bolsonaro, o que ela não imaginava é que receberia esse duro castigo, veja o vídeo

Em pleno show cantora Ivete Sangalo DESCULHAMBA o presidente Jair Bolsonaro, o que ela não imaginava é que receberia esse duro castigo, veja o vídeo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Durante um show na noite da última quarta-feira (29), Ivete Sangalo puxou coros contra o Presidente da República. No dia seguinte, viralizaram cenas da cantora e seus fãs gritando: “Ei, Bolsonaro, vai tomar no c*”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Como forma de provocação, Ivete ainda pediu para que o público cantasse mais alto. “Não ouvi, está baixinho. Vai acabar escutando de tão alto que foi”, disse. A artista de 49 anos foi criticada em diversos momentos por não se posicionar contra Jair Bolsonaro (PL).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quando as vítimas da Covid-19 chegaram ao número de 500 mil, a baiana escreveu em suas redes sociais que “não é sobre partidos, é sobre humanidade”. No entanto, a afirmação foi vista como forma de tentar despolitizar a pandemia e tirar a responsabilidade do presidente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O evento aconteceu em Natal, capital do Rio Grande do Norte. Após o protesto, Ivete foi aplaudida pelos fãs.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Desde que iniciou a pandemia de Covid-19 no Brasil, a baiana de 49 anos vinha sendo criticada por não se posicionar politicamente em entrevistas e nas redes sociais a respeito da atual situação no país. Em junho deste ano, Ivete usou o Instagram para lamentar as 500 mil mortes por coronavírus em território nacional e ressaltar que “não é sobre partidos, é sobre humanidade”. Na ocasião, fãs da cantora reclamaram que ela estaria tentando despolitizar a pandemia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No vídeo com o registro do último show da cantora, na capital potiguar, Ivete Sangalo aparece dançando aos gritos dos espectadores contra o presidente Jair Bolsonaro. Depois de provocar a plateia com incentivos, a baiana afirma: “Ele vai acabar escutando, de tão alto que foi”. O público aplaude a cantora, em seguida.

A decisão do presidente Jair Bolsonaro de manter suas férias em Santa Catarina enquanto uma tragédia natural já ceifou 24 vidas na Bahia vem sendo criticada por aliados próximos do Palácio do Planalto e gerado furor nas redes sociais.

O deputado federal Diego Garcia foi um dos seguidores do Messias que atacou a cantora. “Abstinência da Lei Rouanet leva Ivete Sangalo ao desespero. Antes de Bolsonaro cada artista podia captar até R$ 60 milhões por ano. A mamata acabou. Bom dia!”, escreveu o parlamentar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Veja o vídeo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo