CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Curiosidades

Esses bichinhos estavam vivendo na cabeça dessa criança, veja o vídeo

Esses bichinhos estavam vivendo na cabeça dessa criança, veja o vídeo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O pesadelo de todos os pais quando começam a ver seus pequenos coçar as cabeças é o piolho. A doença causada por esses insetos é chamada pediculose e atinge principalmente as crianças em fase escolar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com a infestação, eles passam a coçar a cabeça com muito mais frequência, provocando pequenos machucados no couro cabeludo, o que facilita o acesso de germes e bactérias dentro da corrente sanguínea, já que essa área é cheia de vasos. A picada também causa grande irritação à pele, por causa da saliva do piolho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para ajudar você a manter seus filhos bem longe dos piolhos, trouxemos alguns mitos e verdades sobre esse problema, segundo o Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz)!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mitos e verdades sobre os piolhos
O piolho pula de uma cabeça para outra.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

FALSO. Por mais que seja um inseto, não tem asas e nem pernas adaptadas para saltar essa distância.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O pente fino é a melhor forma de acabar com a pediculose

VERDADEIRO. Existem shampoos específicos, medicamentos e tinturas de cabelo que são usados para matá-los, mas o uso diário de pente fino é a melhor maneira de ficar completamente livre.

Lêndea é o piolho morto

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

FALSO. A lêndea é o ovo e quando encontramos cascas vazias no fio de cabelo, não significa que o animal morreu, apenas que nasceu.

Cabelo sujo é ideal para proliferação de piolhos

FALSO. A falta de higiene não está relacionada à proliferação do inseto, que prefere os cabelos limpos.

O verão favorece a infestação por piolhos

VERDADEIRO. O calor acelera a eclosão dos ovos e o ciclo de vida do animal.

Para matar o piolho é necessário esmagar com a unha

FALSO. Não faça isso em hipótese alguma. Depois de tirar o parasita da cabeça da criança, mergulhe os piolhos em uma solução de 500ml de vinagre e 500ml de água.

É necessário afastar a criança da escola ao descobrir que está com pediculose

FALSO. Não é como a gripe que é transmissível pelo ar. Porém, é preciso avisar a instituição e ter o cuidado de passar o pente fino todos os dias.

Existem três tipos de piolho

VERDADEIRO. Três tipos de piolho afetam os humanos e o da cabeça é o mais comum. Também há o “muquirana” que se espalha pelo corpo e o “chato”, encontrado na região pubiana.

Compartilhar pentes, bonés, capacetes e travesseiros facilita a transmissão

VERDADEIRO. Essa é a principal forma de transmissão da doença.

Pessoas pobres são mais afetadas

FALSO. Um mito histórico associa a pediculose com a renda, mas não há nenhuma comprovação científica.

Afeta mais meninas do que meninos

VERDADEIRO. Isso acontece por causa do comprimento dos cabelos, compartilhamento de escovas e pentes e o convívio mais próximo das meninas durante a infância.

Anemia pode ser um sintoma da pediculose

VERDADEIRO. Os parasitas se alimentam do sangue humano, por isso em uma infestação intensa, um quadro de anemia pode surgir.

Qualquer pessoa pode pegar piolho

VERDADEIRO. Ninguém está imune, crianças, adultos ou idosos podem ser infestados.

Piolhos são mais comuns em países pobres

FALSO. A pediculose está presente há milhares de anos em todas as partes do mundo.

Com todas essas informações, fica muito mais fácil cuidar da cabeça do seu baixinho!

Veja o vídeo abaixo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo