CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
TV & Famosos

Luto no SBT: Morre o nosso tão amado APRESENTADOR, notícia pega o Brasil de surpresa. ‘ELE SE FOI’

Luto no SBT: Morre o nosso tão amado APRESENTADOR, notícia pega o Brasil de surpresa. ‘ELE SE FOI’

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Morreu na noite de sexta-feira (25), aos 32 anos, o jornalista Gabriel Rodrigues. Ele morava em Divinópolis e estava internado em Lagoa da Prata para tratar uma pneumonia.

Gabriel, de 32 anos, nasceu em Arcos e foi estagiário da TV Integração, trabalhou na TV Alterosa, Jornal Correio Centro-Oeste; atualmente era assessor da faculdade UNA. Também passou pela TV Candidés, onde apresentou o programa ” Bem Feminina na TV”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele fez jornalismo na Faculdade Pitágoras, estudou publicidade e propaganda na PUC Minas e fez mestrado no Cefet-MG, além de frequentar a escola técnica do Sebrae para formação gerencial.

O corpo de Gabriel está sendo velado em Arcos, na Funerária Bom Pastor, que fica na Avenida Governador Valadares, nº 559, no Centro. O enterro será neste sábado (26), às 17h, no Cemitério Paroquial, também em Arcos, localizado na Rua 25 de Dezembro, em frente ao nº 711.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A notícia sobre a morte dele foi divulgada pela família no início da madrugada. Pouca gente sabia sobre o estado de saúde de Gabriel, uma pessoa extremamente discreta, apesar de carismática. Antes de ser hospitalizado, ele chegou a pedir para amigos mais próximos que tratassem o caso com discrição. Ninguém imaginava, até então, o triste fim que a história iria ter.

Quem conhecia Gabriel dificilmente já o viu triste ou lamentando por algum motivo. Era uma pessoa sempre solícita, amiga, bem-humorada e cativante. Um ser humano inigualável, sempre disposto a ajudar, a abraçar, a mandar uma mensagem carinhosa e de incentivo a quem precisava. Ele adorava viajar, contar histórias e era extremamente dedicado ao trabalho. Tanto é que passou pelas duas maiores emissoras de TV de Divinópolis, tanto a TV Integração, afiliada da Rede Globo, quanto a TV Alterosa, afiliada do SBT. Gabriel Rodrigues também foi repórter e colunista do Jornal Agora, trabalhou na Bem Feminina e, atualmente, era o assessor de comunicação da Faculdade UNA.

No WhatsApp, um grupo criado por iniciativa do próprio Gabriel, reunindo centenas de jornalistas de Divinópolis e região, está repleto de homenagens e lamentações. Pouco depois que a notícia sobre a morte dele foi compartilhada, ainda na madrugada, as mensagens incrédulas começaram a chegar.

“Que notícia terrível. Gabriel era um profissional impecável e, como pessoal, nem se fala. É até difícil de reagir, estou completamente em choque”, disse Bruno Bueno, repórter do Jornal Agora.

Como poucas pessoas sabiam da internação de Gabriel, foi difícil digerir a notícia que ninguém queria receber.

“Eu sinceramente já li essa mensagem umas quatro vezes e não consigo acreditar”, postou no grupo o jornalista Matheus Tavares.

Gabriel partiu de forma prematura, viveu por pouco tempo, mas com intensidade. Deixou amigos incrédulos, com o coração cheio de amor por ele, mas também, dilacerados pela saudade. “Sem dúvidas, uma das pessoas com o coração mais bonito que já conheci”, disse outro colega de Gabriel. “Gabriel era tão gentil, nobre e muito atencioso. Difícil de aceitar”, escreveu a jornalista Ana Fabrícia.

Quem o conhecia, sabe que Gabriel se preocupava muito mais com o coletivo do que com o individual. O jovem jornalista se envolveu em inúmeros projetos, foi voluntário e incentivador de várias iniciativas. Ele era cativante. Nas ruas, sempre parava para cumprimentar e dar atenção a alguém. Adorava escutar, estava sempre disposto a uma palavra ou ombro amigo.

Thiago Carvalho, repórter da TV Integração, que trabalhou com Gabriel Rodrigues, postou um resumo do que muitos estão pensando hoje. “Que notícia triste! Gabriel era um profissional exemplar, mas acima de tudo, muito humano, educado. Que ele receba todas as devidas homenagens que merece e que a família tenha consciência do tamanho dele para o jornalismo na região Centro-Oeste”.

Leticia Ferreira, do CSSJD escreveu: “Nós trabalhamos juntos no Agora e ao longo dos ano fizemos diversas parcerias juntos. Só tenho a agradecê-lo por tudo”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo