Política

Vídeo! Lula e Bolsonaro ficam frente a frente pela primeira vez e todos ficam em choque com o que acontece

Vídeo! Lula e Bolsonaro ficam frente a frente pela primeira vez e todos ficam em choque com o que acontece

Há cerca de uma semana, o país se deparou com debates onde contaram com a presenças de todos os candidatos da presidência, o primeiro a ir em um debate foi o atual presidente da república Jair Bolsonaro (PL), onde foi entrevistado no Jornal Nacional, da Rede Globo.

Após o debate feito pela Globo, foi organizado outro debate onde foi realizado por TV Cultura, Band, Folha de S. Paulo e portal Uol. Contando com a presença de todos os candidatos atuais que estão disputando pelo cargo superior do país, de início, o atual presidente Jair Bolsonaro iniciou falando o debate diretamente atacando o ex-presidente Lula, onde contou que Lula seria um hipócrita e ex-presidiário.

Um dos principais alvos do debate, foi o ex-presidente e candidato Lula (PT), que foi muito criticado por alguns erros que cometeu quando ainda era presidente, sendo julgado principalmente por Jair Bolsonaro ao vivo. Lula veio se manifestar através de suas redes sociais sobre as acusações feitas sobre ele.

Lula utilizou suas redes sociais, onde mandou uma indireta sem citar o nome de Jair Bolsonaro como uma forma de reposta:

Bolsonaro sabe das razões pelas quais fui preso. Foi para ele ser presidente da República. Nesse processo, estou muito mais limpo do que ele ou os parentes dele. Estou aqui candidato para ganhar as eleições e em um decreto só apagar todos os sigilos. #LulaNaBand #DebateNaBand”

O debate ficou marcado por Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL) foram atacados por todos outros candidatos, porém, ambos se atacaram diretamente um contra ao outro.

Veja no vídeo abaixo:

Um dos assuntos falado no debate, foi sobre um assalto que o presidente Jair Bolsonaro (PL) acabou sofrendo em 1995. O assunto foi citado por Ciro Gomes (PDT), onde levantou o tema sobre o porte de armas. O candidato citou o assunto onde os criminosos tentaram levar a arma e a moto do presidente. O capitão era deputado federal na época, e contou à imprensa que mesmo estando armado, ainda estava indefeso.

O jornalista da TV Cultura, Leão Serva, questionou sobre os decretos do governo federal, onde liberou a circulação de algumas armas e munições no país, o candidato do PDT contou que a arma só iria servir para matar.

“É excepcional o caso em que se mata em legítima defesa. O presidente Bolsonaro, militar treinado, foi assaltado pelo fator surpresa no Rio de Janeiro numa motocicleta, e o bandido levou a arma dele. Percebe? Com essa arma, deve ter assaltado muito mais outras pessoas.”

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo