CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Política

William Bonner da resposta avassaladora em Bolsonaro ao vivo Video

William Bonner da resposta avassaladora em Bolsonaro ao vivo Video

Na noite desta sexta-feira (28/10), os candidatos à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) se enfrentam pela última vez antes do segundo turno, que será no domingo (30/10).
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A partir das 21h30, os adversários participam do debate presidencial promovido pela TV Globo. Uma hora antes do início do embate os presidenciáveis começaram a chegar aos estúdios Globo, no Rio de Janeiro, acompanhados de uma pequena comitiva.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bolsonaro foi o primeiro a chegar, por volta das 20h. Ao lado do candidato à reeleição estavam o ex-ministro e recém eleito Senador, Sérgio Moro; o ministro das comunicações, Fábio Faria; o coordenador de comunicação da campanha de Bolsonaro, Fabio Wajngarten; o ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida; o pastor Silas Malafaia; o ministro do Meio Ambiente Joaquim Leite e o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Diferente do debate da Bandeirantes, os filhos de Bolsonaro não o acompanharam nesta sexta-feira. No entanto, ele repetiu o convite a Moro, como uma aposta para potencializar o sentimento de antipetismo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lula chegou cerca de 30 minutos depois, às 20h30, acompanhado da esposa, Janja da Silva, e de Geraldo Alckimin, candidato à vice-presidente da chapa petista. A candidata Simone Tebet, que deixou a disputa no primeiro turno e, na segunda etapa da corrida presidencial declarou apoio a Lula, também marcou presença ao lado do presidenciável.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Marina Silva, eleita deputada federal por São Paulo; Eliziane Gama, senadora pelo Maranhão; Gleisi Hoffmann, presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), e Sidônio Palmeira, marqueteiro da campanha presidencial da sigla, foram outros nomes que apareceram junto à Lula na Globo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Jair Bolsonaro (PL) provocou William Bonner por ter dito que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não devia mais nada à Justiça durante entrevista ao Jornal Nacional

Em seguida veja o video e Twitters De William Bonner respondendo Bolsonaro 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo