CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Política

‘Sigilo de 100 anos’ de Bolsonaro é exposto por LULA e deixa todos em CHOQUE ‘Roubo de 400 BILHÕES’ Veja

‘Sigilo de 100 anos’ de Bolsonaro é exposto por LULA e deixa todos em CHOQUE ‘Roubo de 400 BILHÕES’ Veja

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nos últimos dias, diversos brasileiros estavam esperando a chegada do segundo turno segundo turno para eleger o novo presidente da República, entre o atual presidente Jair Messias Bolsonaro (PL) e o ex-presidente e candidato Luiz Inácio Lula da Silva, o Lula (PT). A disputa entre ambos chegou a ser disputada do começou ao fim, tendo momentos em que a votação chegou a ficar empatada. Já por fim, Lula acabou ultrapassando Bolsonaro após ser apurado os votos do Nordeste e Norte do país, lugar onde Lula acabou sendo mais forte.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Milhares de eleitores brasileiros espelhados pelo país se depararam com as apurações que foram transmitidas pelo apresentador William Bonner e pela jornalista Renata Lo Prete na noite do último domingo (30/10) na TV Globo. Após a derrota de Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno, o Presidente da República ainda não havia chegado a se pronunciar, e isso acabou causando uma enorme revolta por muitos eleitores, tanto aqueles que votaram em jair Bolsonaro, e até mesmo aqueles que votaram em Lula, pois esperavam ver a reação de Jair Bolsonaro (PL) ao ver sua derrota no segundo turno.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No entanto, o ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles, apareceu apontando alguns prejuizos, que poderá ser até três vezes ou maior do que chegou a ser estimado pelo Governo Federal. Mirelles chegou a afirmar que a necessidade é “excepcionalidade”, para conseguir acomodar todo o investimento feito, com intuito de criar outras novas regras para arcabouço fiscal. Confira abaixo todos os outros questionamentos respondido por Meirelles sobre o rombo fiscal que foi deixado para o ano de 2023.

Confira a seguir:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Meirelles chegou a afirmar que estima que rombo fiscal deixado pelo governo Bolsonaro é de R$ 400 bilhões.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Veja no vídeo abaixo:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Na minha avaliação, o tamanho do buraco deixado é mais próximo de R$400 bilhões, estimado por entidades independentes, do que dos R$ 150 bi que o governo está falando”, contou em entrevista para a GloboNews, na tarde da última segunda-feira (04/11).

“Uma reforma administrativa bem feita, por exemplo, fechando estatais que já deixaram de existir há muito tempo. Limpar essas despesas desnecessárias para abrir espaço para investimentos”, complementou em seguida.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Me perguntaram se o teto de gastos estava desmoralizado, eu digo ‘não’. O que está desmoralizado é a presente política fiscal que não seguiu o teto de gastos, por isso nós temos um risco Brasil elevado”.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo